quinta-feira, 26 de abril de 2018

Candeias do Jamari: atoleiros tomam conta das estradas dos assentamentos








Desesperadas, as famílias agricultoras vivem calamidade pública em relação as estradas vicinais que dá acesso ao assentamento Jequitibá e Flor do Amazonas, ambos, localizados no município do Candeias do Jamari em Rondônia.

Em 2016,  foram assentadas 42 famílias na linha 21 do Projeto de Assentamento Florestal - PAF Jequitibá. Os assentados tem vividos horrores, além do INCRA não ter garantido a abertura de estradas até os seus respectivos lotes, a linha 35 que dá acesso a linha 21, se tornou totalmente inviável a locomoção, podendo passar apenas veículos traçados, que não é o caso das famílias, sendo que  muitas vezes nem estes consegue se deslocar.

Chamamos a atenção das autoridades para esse descaso e abandono. Estudantes, na sua maioria crianças e adolescentes, tem que fazer 50km todos os dias, dentro dos ônibus escolares super sucateados, para puderem ter acesso a escola que fica localizada na Vila Samuel. Essa situação já se faz necessário uma intervenção jurídica por parte do Ministério Público Federal. Até quando, os trabalhadores serão vítimas da falta de compromisso de seus gestores?

Questionamos a criação desses assentamentos pela metade, fraudado ao fracasso, que expõem os trabalhadores a condições desumana e total isolamento, fazendo com que os mesmo não resistem a precariedade e desistam de seus sonhos e entrem para engrossarem as periferias das cidades.

A Comissão Pastoral da Terra de Rondônia, se solidariza a estes trabalhadores fazendo ecoar seus gritos por justiça.

CPT-RO












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.