sexta-feira, 18 de março de 2011

Operários da Jirau em Porto Velho

Na cidade de Porto Velho-RO , segundo informações dos próprios trabalhadores migantes encontra-se neste momento mais de 10.000 operários. Eles estão localizados em vários pontos da cidade: Trevo do Roque, SESE, Postos de Gasolinas, onde há uma abrigo que os proteja do sol ou chuva. A reação da população da cidade é de medo e insegurança. Muitos comerciantes fecharam as portas de seus estabelecimentos.Ao tentarmos informar o que a empesa e o estado  está fazendo contornar e resolver a situação. A informação é de que a empresa está fazendo uma triagem para saber quem gostaria de permanecer e quem deseja retornar ao estado de origem. No entanto segundo relato de trabalhadores, que tivemos contato tal medida não está sendo feita de forma ágil e em todos os ambientes onde se encontra grupos de operários. Os trabalhadores ao sair dessa forma receiam que os direitos garantidos pela lei trabalhista não sejam cumpridos.  
 Segundo falou um ex  trabalhador da empresa Camargo Correia:  "hoje quando estava andando na rua foi abordado por policiais que o indagaram para onde ia. Só por que estou andando de mochila de bota como as que peões  usam"  Como podemos perceber o clima é realmente de incertezas.
Já na Santo Antônio logo que inciou a ameaça de movimentação. OS operários foram todos dispensados. os que moram na Cidade retornaram e os que moram no alojamento votaram para o abrigo.   

Um comentário:

  1. minha mae trabalha ai,gostaria de mais noticias,fico preocupada poderia ser mais espcificos com as noticias estao todos seguros?

    ResponderExcluir

Agradecemos suas opiniões e informações.