terça-feira, 4 de agosto de 2015

Violenta repressão policial contra o MST em Ji Paraná, Rondônia.




Manifestação do Movimento dos Sem Terra (MST) a favor da reforma agrária foi reprimida de forma violenta e desproporcionada pela Polícia Federal e Polícia Militar, ontem em Ji Paraná, Rondônia. 

Manifestantes do MST ocupam o INCRA em Ji Paraná ontem 03/8/15. foto divulgação



Manifestantes do MST nas ruas de Ji Paraná RO. foto divulgação
Os manifestantes tinham ocupado o INCRA e se manifestado pacificamente até o Banco do Brasil, ocupando o prédio da Receita Federal na cidade, assim como em outras 18 cidades do Brasil, contra o o recorte de recursos para reforma agrária do Ministério da Receita.

video
Segundo o delegado da Polícia Federal, recebeu denúncias de que manifestantes armados estavam depredando equipamentos e ameaçando servidores públicos. Segundo fontes do MST, os dirigentes já tinham acertado com os responsáveis da delegacia o reparo duma porta que tinha sido quebrada. Imagens divulgadas pelos mesmos mostram manifestantes em atitude pacífica cantando e batendo palmas no interior do prédio. 

Ação policial contra manifestantes do MST
em Ji Paraná, Ro. fonte divulgaçao
A ação da Polícia Federal, sem aviso, foi considerada por dirigentes do movimento como "ação truculenta e desnecessária", com uso de bombas de efeito moral, gaz pimenta e balas de borracha,  que provocou feridos, um deles após ser atropelado por uma viatura policial.

Inicialmente houve seis detidos, quatro deles ficaram presos. Dois deles foram acusados de tentativa de homicídio por utilizarem pedras e paus.

video

Posteriormente os manifestantes continuaram a ocupação do INCRA, com uma extensa pauta de reivindicações sobre os assentamentos criados e sobre os processos de criação de outros diversos assentamentos que se alastram por anos. 


Fonte: CPT
Fotos: divulgação MST/juventude da via

Um comentário:

  1. A luta pela terra e o enfrentamento à violência para-estatal tá longe do fim...

    ResponderExcluir

Agradecemos suas opiniões e informações.