quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

CONFLITOS NO CAMPO BRASIL 2020

Pandemia, retorno da pobreza extrema e da fome ao país, injustiças, criminalização, queimadas e a boiada passando, deliberadamente, sobre os territórios, povos e biomas. Dados parciais de conflitos no campo em 2020, registrados pela CPT e divulgados agora, mostram um pouco da conjuntura agrária neste ano. A CPT registrou, em 2020, 1.083 ocorrências de violência contra a ocupação e a posse, que atingiram 130.137 famílias. Em dados absolutos de 2019, foram registradas 1.254 ocorrências com 144.742 famílias envolvidas

Desses dados, os mais impressionantes são os de invasão de territórios, sendo os indígenas as maiores vítimas. Em 2020, a CPT registrou 178 ocorrências de invasão de territórios, contra 55.821 famílias. Em 2019, a CPT havia registrado, em números absolutos, 09 invasões envolvendo 39.697 famílias. 

Isso mostra um aumento de quase 1.880% no número de ocorrências, e ainda estamos falando em dados parciais. Em relação ao número de famílias vítimas desse tipo de violência, houve um aumento de cerca de 40%. Das categorias que sofreram essa violência em 2020, 54,5% do total foram de indígenas. Além disso, 62 ações de pistolagem contra 3.859 famílias foram registradas em 2020, quase o triplo em relação a 2019.

Compartilhamos algumas outras informações que, infelizmente, mostram o cenário do campo brasileiro neste ano de 2020.








Fonte: CPT Nacional


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.