terça-feira, 16 de maio de 2017

Alerta sobre o projeto Matopiba.

Igreja Católica do Maranhão, composta por 12 dioceses, lança a campanha que alerta sobre o risco do projeto Matopiba. A campanha consiste em coletar assinaturas em todo o estado, e levá-las para audiências públicas no governo federal e estadual, previstas para o mês de outubro. Segundo os bispos em nota, em janeiro deste ano, a expansão do agronegócio através do projeto Matopiba não proporciona o crescimento do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), e ainda destrói o bioma Cerrado e fere de morte cada vez mais as famílias do meio rural.

A reportagem é publicada pelo portal da Diocese de São Luis, 15-05-2017.

O governo federal lançou o projeto Matopiba em 2015, e conta com apoio dos governos estaduais do Maranhão, Tocantins, Piauí, e Bahia. O projeto prevê o desenvolvimento e a operacionalização de um sistema de planejamento territorial estratégico implantado na região formada pelos quatro estados, atingindo 337 municípios e cerca de 14 milhões de hectares de áreas legalmente atribuídas. No Maranhão, serão atingidos 135 municípios.

Para Dom Valdeci, bispo da diocese de Brejo e referencial das Pastorais Sociais no Maranhão, “a Igreja do Maranhão apoia e motiva toda população, de modo especial aqueles que se sentem solidários a essa luta de combater esse projeto que vem destruindo e ameaçando as comunidades tradicionais, povos indígenas, quilombolas, e pescadores. É importante que as pastorais sociais, organizações e movimentos possam dar de fato essa resposta como igreja para com povo maranhense”.

O abaixo-assinado será encaminhado à todas as paróquias do estado. A Coordenação das Pastorais Sociais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) disponibilizará o material informativo, a fim de que seja estudado e refletido nas reuniões das comunidades, grupos, movimentos e pastorais.

Inspirada no Projeto Rota 300 que celebra o terceiro centenário do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida com os pescadores nas águas do rio Paraíba da Sul/SP, a proposta do abaixo-assinado foi construída durante Seminário organizado pela Pastoral Juvenil do Maranhão, articulação entre diferentes expressões sobre a evangelização da juventude, por ocasião do Ano da Juventude no estado, definido pelos bispos para esse ano de 2017.
A Campanha dialogará com a Romaria Estadual da Juventude, que acontecerá nos dias 16 e 17 de setembro na cidade de Barra do Corda-MA, diocese de Grajaú, e com a Romaria Nacional do Cerrado, em Balsas-MA, nos dias 28 a 30 de setembro. O prazo final para coleta de assinaturas será até 30 de setembro deste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.