sábado, 28 de março de 2015

PM prende pistoleiros acusados de maltratar camponeses sem terra, em Machadinho, Rondônia.

Polícia teria prendido pistoleiros da Fazenda Jatobá. foto anarinoticias.

Em Machadinho elementos armados invadem acampamento, batem, torturam, roubam e ameaçam sem terras, 4 foram conduzidos.
Na manhã desta sexta-feira (27.3.15) a Central de Operações da Polícia Militar de Machadinho do Oeste recebeu a informação que 12 elementos com armas de fogo de grosso calibre e vestidos com roupas do exército invadiram um acampamento de sem terras que fica localizado na Fazenda Jatobá, aproximadamente 45 kilômetros do município de Machadinho do Oeste, ameaçaram, bateram, torturaram e roubaram os acampados. 
Logo o comandante da polícia militar de Machadinho, Ten PM Estrela, reforçou o policiamento na área central de Machadinho se precavendo de um possível assalto a banco e fez contato com os quartéis das cidades circunvizinhas solicitando apoio. Com a chegada de guarnições de Jaru, Theobroma, Vale do Anari, 5º BEC e com apoio do GOE e da Polícia Civil os policiais deslocaram ao local do conflito.
Chegando no local os sem terras confirmaram o ocorrido, informando que por volta das 06h30min vários homens encapuzados, com armas de grosso calibre e alguns encapuzados e roupas do exército, invadiram o acampamento dando tiros para o alto e renderam alguns acampados que estavam no local. Segundo informações foi tomado algumas armas de fogo que se encontravam com os sem terras, dentre elas uma espingarda e um revólver. Após começaram a ameaçar, bater e torturar os sem terra querendo saber aonde estavam as outras armas do acampamento.
No local encontravam-se vários sem terras lesionados, o qual o corpo de bombeiros realizou os primeiros atendimentos, entre eles um dos acampados relatou que os elementos lhe pegaram e com um isqueiro ficaram queimando sua orelha querendo que o mesmo contasse onde estavam as armas do acampamento. Um outro segundo os próprios sem terra apanhou de facão, o qual estava com as costas toda marcada. Ainda em conversas com os policiais os sem terras relataram que os elementos ainda tiraram fotos deles dizendo que voltariam ao local. 
Após as ações, segundo os acampados, os elementos evadiram do local a pé sentido a sede da fazenda, levando as duas armas de fogo, vários objetos pessoais e um motosserra.

A polícia na Fazenda Jatobá. foto: anarinoticia
Com base nas informações os policiais se distribuíram, realizaram um cerco e iniciaram várias diligências, onde durante um deslocamento das guarnições para a sede da fazenda os policiais apreenderam 2 elementos em um Fiat strada de cor prata que logo foi reconhecido por uma das vitimas. Quando os policiais chegaram próximos a sede da fazenda que estava com a porteira cadeada, logo alguns elementos saíram correndo para a fundiária da propriedade. Os policiais tentaram capturar os mesmos porém sem êxito. Em revista na sede da fazenda foi encontrada várias pecas de roupas do exército, uma garrucha, uma espingarda e um motosserra que segundo um dos acampados era o que foi roubado do acampamento. Posteriormente os policiais encontraram um aparelho celular o qual continha fotos de pessoas com fardas do exército e bala clava. Nas diligências também foram apreendidas várias motocicletas. Diante dos fatos o proprietário da fazenda e seu vaqueiro também foram conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil de Machadinho do Oeste o qual foram apresentados a autoridade policial devido as evidências encontradas.

Fonte: Anarinoticia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.