quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Grupo armado ateia fogo em acampamento sem-terra na Fazenda Paredão, no Vale do Anari.

Reproduzimos informação e foto do G1 de 17/11/2014. Atualizada em 21/11/20 com informações da CPT RO.


Grupo armado ateia fogo em acampamento sem-terra, em RO. Nenhuma pessoa ficou ferida e suspeitos ainda não foram identificados. Ataque aconteceu no último sábado, 15, num acampamento.

Segundo informações recebidas na CPT RO trata-se de uma nova ocupação realizada apenas fazia três dias, na Fazenda Paredão, do Vale do Anari, de proprietário conhecido como Nilson Japonês, situado nas proximidades de outro antigo acampamento existente no local há anos, onde foram registradas a morte de duas lideranças em 2012.

Um grupo formado por pelo menos cinco homens armados e encapuzados invadiram no último sábado (15) um acampamento sem-terra instalado em uma fazenda localizada na RO-257, zona rural do Vale do Anari (RO), município distante cerca de 330 quilômetros de Porto Velho. Segundo a Polícia Civil, o grupo matou animais domésticos, ateou fogo em sete barracos e em quatro motocicletas dos acampados. Nenhuma pessoa ficou ferida e suspeitos ainda não foram identificados.

A informação recebida é que os elementos estavam armados de rifle 12 de repetição, carabina e revólver 38. As famílias foram expulsas do local.

De acordo com o delegado regional de Ariquemes (RO), Renato Morari, após o ataque, a Polícia Civil foi ao acampamento e de 30 pessoas que estavam no local no momento da invasão, apenas 12 permaneceram, sendo a maioria homens. "Eles relataram que o grupo chegou de carro e atirando. Queimaram os barracos, mataram animais e ainda jogaram produto, que acreditamos ser veneno, no poço de onde os acampados tiravam água", disse o delegado

Renato contou ainda que há um assentamento na fundiária da fazenda há pelo menos cinco anos, mas o ataque aconteceu no acampamento sem-terra instalado recentemente em frente à propriedade. 
Segundo Morari, a Polícia Civil está monitorando o local para inibir novos conflitos naquela região e trabalhando para tentar identificar os autores do atentado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.