terça-feira, 12 de agosto de 2014

Acampamento de Theobroma aguarda vistoria do INCRA

Reunião de famílias acampadas em Theobroma em 11 de agosto de 2014 foto cptro
Acampamento Fortaleza, de 70 famílias de sem terra, situasdo na Linha 45 km. 35 de Theobroma, Rondônia, reivindicam a realização de vistoria do na Fazenda Seringal. Em audiência pública da Ouvidoria Agrária Nacional, o chefe de gabinete da superintendência do INCRA de Rondônia, Dr. Valdomiro Bastos se comprometeu a realizar em 40 dias a referida vistoria a fins de expropiação das fazenda para reforma agrária. Cumprida quase a metade do prazo a referida vistoria ainda não aconteceu. O grupo tem sofrida já duas reintegrações de posse e no referido local tem sofrido  ameaças e acoso de pistoleiros. Duas lideranças denunciaram terem recebido notícias de ameaças de morte.
No local onde o acampamento está situado, um pedaço de terra cedida por um assentado do PA Vale Encantado, as famílias tem numerosas hortas, recolhem açaí para alimantação e realizam trabalho artesanal de fabricação de vassouras de cipó para geração de renda. Ainda, cadastrados no programa de Reforma Agrária, recebem cestas básicas para subsistência.
Enquanto aguardam as providências para expropiação da fazenda citada,  segundo as famílias, sem nenhum mandato judicial as famílias sofreram a queima de suas casas por obra de agentes policias do Grupo de Operações Especiais da Polícia Militar. Numerosas casas ainda mostram as marcas do incêndio criminoso.
Ainda, alguns membros do acampamento foram presos enquanto armados faziam a guarda do acampamento e foram vítimas de diversos abusos na dentenção, e foram condenados na justiça.
No local da fazenda Seringal os sem terra tem denunciado extração clandestina de madeira. Durante uma das reintegrações de posse três pistoleiros foram detidos fortemente armados. 
Até o momento não se tem notícia de punição, nem do incêndio criminoso do acampamento, nem dos abusos policiais sofridos pelos detidos, nem dos pistoleiros detidos, nem da comprovada presença de pistoleiros no local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.