terça-feira, 8 de julho de 2014

Morrem seis no linhão das Usinas do Madeira

Seria o terceiro acidente fatal no Linhão, que é uma das obras do PAC. 
Queda de torre mata seis trabalhadores peruanos em RO.
Seis trabalhadores, que erguiam uma torre de transmissão de energia elétrica no interior de Rondônia, morreram após a queda da estrutura na tarde desta segunda-feira. De acordo com informações da polícia, o acidente aconteceu por volta das 14h numa propriedade rural que fica entre as cidades de Parecis e Primavera de Rondônia. Segunda as investigações, todas as vítimas são de nacionalidade peruana.

Funcionários da empresa Sanden, que presta serviço para a permissionária da obra, disseram que a torre tinha pelo menos 60 metros de altura. Os peruanos trabalhavam como montadores e estavam no topo da estrutura quando um dos cabos de sustentação se rompeu provocando a queda. Cinco dos estrangeiros morreram na hora. Um deles ainda foi levado ao hospital, mas não resistiu.

Peritos foram chamados ao local e isolaram a área do acidente para iniciar a investigação que vai apontar a causa real do acidente. As vítimas tinham como base o distrito de Novo Plano, no município de Chupinguaia. A empresa que empregava os trabalhadores peruanos não quis se pronunciar sobre o acidente e preferiu esperar a emissão do laudo pericial.

Ainda segundo colaboradores da Sanden, ao menos mil homens e mulheres trabalham no atual trecho que constrói a linha que vai levar energia das usinas de Jirau e Santo Antônio, do Estado de Rondônia para Araraquara em São Paulo. Por conta do acidente, todas as equipes estariam paradas nesta terça-feira e só devem retornar ao trabalho no final da semana.

Histórico de acidentes na região
Em fevereiro de 2013, dois trabalhadores dessa mesma linha de transmissão morreram após a queda de uma torre também próxima à cidade de Chupinguaia. Na época o acidente teve como causa a falta de itens de segurança obrigatórios na instalação da estrutura.

Em abril daquele mesmo ano, desta vez no município de Cacaulândia, outro trabalhador da empresa que construía a linha morreu durante o corte de uma árvore. Parte do tronco caiu em cima do homem que teve morte instantânea. Mais uma vez a perícia atestou que não foram cumpridos itens obrigatórios de segurança no trabalho.

Fonte: Denis Farias / Terra
Fotos: TV Candelária Rede Record Rondônia/PimentaVirtual.com.br / Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.