sexta-feira, 11 de abril de 2014

Campanha de emergência em Guayaramerín, na Bolívia

Ruas alagadas de Guayarámerín Bolivia. foto newsrondonia
A Congregação religiosa dos Missionários Claretianos tem começado uma campanha internacional a favor dos atingidos pelas cheias do Mamoré na Bolívia. Membros desta congregação atendem a paróquia de Guayaramerín, na Bolívia.
40 pessoas  mortas, 65.000 famílias atingidas, 70.000 hectares de roças destruídas, 200.000 cabeças de gado mortas e mais de 2.000 moradias destruídas, são citados como problemas provocados pelas alagações depois de diversas semanas atingem arredor de 100 municípios do departamento do Beni na Bolívia.
Entre os municípios mais atingidos pelas alagações está a cidade de Guayaramerín, onde as estradas têm ficado interditadas, as aulas nas escolas suspensas e continua em situação de alerta pela cheia do rio Mamoré. 

As equipes de atendimento emergencial das autoridades de Bolívia e da fronteira do estado brasileiro calculam em dois meses para que as águas voltem a situação normal. Entre tanto tem que enfrentar as ameaças de pragas e epidemias que  costumam acontecer nestas situações; Porém o problema principal é considerado a falta de alimentos
Neste cenário os Missionários Claretianos, que atendem a paróquia de Guayaramerín, tem oberto as instalações paroquiais como albergues de emergência, e distribuição solidária de alimentos básicos nas centenas de danificados que procuram ajuda. 
fonte: claretianos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.