segunda-feira, 28 de abril de 2014

Adeus a um irmão que parte!


Dom Moreira- foto site da cpt nacional

Como não chorar!?

Como não chorar a uma prematura partida, sobretudo de um irmão tão próximo de nós, alguém que entendeu o sentido da parábola do Bom Samaritano e se fez próximo de tantos pobres marginalizados, dos últimos dos últimos, próximo de nós cristão que acreditamos que um outro mundo é possível, sem injustiças, sem fome; que acreditamos que é possível uma terra que emana leite e mel também para aqueles que em sua miséria proporciona leite e mel àqueles que os exploram.
Dom José Moreira Bastos Neto, para nós apenas Dom Moreira, como o costumávamos chamar, nosso amigo, companheiro ao qual agradecemos os ensinamentos ao longo dessa caminhada e que nos fortalecerão na luta nesses dias e em outros que ainda virão.
Em dias turbulentos quando a injustiça e violência no campo segue crescendo, surge luzes no caminho, pessoas que se doam para vivenciar e lutar ao lado do povo pobre e oprimido. Com rosto e alma de rebeldia, uma alegria única e contagiante, mais um grande profeta deixa esse mundo. É com tristeza que nos despedimos, mas na certeza que aqueles que partem na luta ao lado do povo, morre para viver para sempre, na História, na Memória e na Esperança. 
Nós do regional Rondônia nos solidarizamos com a Diocese de Três Lagoas, ao Regional da CPT de Mato Grosso do Sul, amigos, parentes e familiares de Dom Moreira, que Ele leve nossa gratidão e continue abençoando a luta justa do povo.
CPT-RO

Abaixo, nota CPT Nacional com CNBB.

Faleceu na tarde deste sábado, 26, o vice-presidente da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e bispo de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, dom José Moreira Bastos Neto, aos 61 anos. De acordo com informações da diocese, o bispo participava de encontro com religiosos, quando passou mal e foi levado ao Pronto Atendimento, sendo constatado infarto. Dom José Moreira realizou exames e foi encaminhado para Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). O quadro de saúde agravou-se, levando o bispo à óbito, por volta das 15 horas.
CPT Nacional com CNBB

O velório se iniciaria a partir das 22h, na catedral Sagrado Coração de Jesus, em Três Lagoas (MS), onde haverá celebração de missas, vigílias de oração e rito das exéquias. Fieis da região, paróquias e comunidades das dioceses do Estado irão prestar as últimas homenagens ao bispo, dom José Moreira.

Sepultamento
Na manhã deste domingo, 27, o arcebispo de Campo Grande (MS), dom Dimas Lara, presidirá missa de corpo presente, com participação de bispos, padres, religiosos e comunidade local. Em seguida, o corpo de dom José Moreira será levado para Minas Gerais, onde reside sua família, para sepultamento.

Um pouquinho sobre dom José Moreira 
Natural de Simonésia, em Minas Gerais, dom José Moreira nasceu em 25 de janeiro de 1953. Formado em História pela Faculdade de Filosofia de Caratinga, em Minas Gerais, e em Filosofia e Teologia pelo Seminário Diocesano de Caratinga, foi ordenado padre em 28 de outubro de 1979.
Como padre acompanhou a Pastoral da Juventude e as Comunidades Eclesiais de Base (CEB’s) na Diocese de Caratinga e micro-região Centro de Minas Gerais. De 1998 a 2005 foi reitor do Seminário da Diocese de Caratinga. Foi ordenado bispo da Diocese de Três Lagoas em 19 de abril de 2009.
No regional Oeste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que corresponde ao estado de Mato Grosso do Sul, foi indicado para ser o bispo acompanhante da CPT, do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), e demais pastorais sociais.
Em março de 2012 também foi indicado como bispo acompanhante das CEB’s. Participava ainda da Comissão Regional de Justiça e Paz. Em âmbito nacional, integrou a Comissão Oito da CNBB, a Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz.
Na CPT, dom José Moreira foi eleito vice-presidente pela XXIV Assembleia Geral, no dia 30 de março de 2012. Na época, ele afirmou que queria contribuir na valorização do homem e da mulher do campo, na defesa e conquista de seus direitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.