terça-feira, 25 de março de 2014

Governador de Rondônia recebe pauta da Via Campesina

Governador recebeu pauta de reivindicação de representantes do Movimento Via Campesina

Confúcio recebeu pauta de reivindicações da Via Campesina. foto rondonoticias
Porto Velho - Rondônia: O governador Confúcio Moura, recebeu em audiência realizada neste sábado, 22, representantes da Via Campesina em Rondônia. O movimento com abrangência internacional reúne organizações camponesas de pequenos agricultores, trabalhadores agrícolas, mulheres e comunidades indígenas. A reunião aconteceu em Ariquemes e contou com participação da secretária adjunta de estado de educação, Marionete Assunção; técnicas da Secretaria de Estado de Agricultura, Mary Braganhol e Ednéia Gusmão; Vânio Marques, vereador de Ariquemes e das secretárias de saúde e de educação do município de Ariquemes.

A Via Campesina em Rondônia é uma articulação que envolve organizações como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Comissão Pastoral da Terra (CPT) e Conselho Indígena Missionário (CIMI), presente em 25 municípios. No Brasil, a articulação Via Campesina conta com representações em 23 estados.

Porta-voz da Via Campesina, Matilde Araújo, de Ouro Preto do Oeste, explicou o motivo da solicitação feita pelo movimento, para realização de encontro com o governador e representantes de órgãos ligados à saúde e educação no estado. “Resultado de um manifesto realizado no dia 08 de março, em Ariquemes, que reuniu dezenas de famílias participantes do movimento, que em referência ao Dia Internacional da Mulher, reivindicam melhorias na saúde e na educação no campo”, esclareceu. A representante agradeceu a atenção do governador em receber o grupo e esclarecer diretrizes referentes aos assuntos abordados.

Saúde
No quesito saúde, a solicitação consiste na criação de política clara para prevenção e promoção da saúde; expansão de atendimentos homeopáticos; centros de tratamentos especializados em diversas regiões; desenvolvimento de campanhas contra a utilização de agrotóxico; garantia de atendimento básico nos municípios com agilidade em exames; garantia de mamografia e ultrassom abdominal em todos os municípios.

Esclarecendo os questionamentos referentes à saúde para o homem do campo e investimentos no setor, o governador falou de aprimoramento e expansão da Atenção Básica. “Grande parte dos problemas da saúde seria resolvido na atenção básica, o papel do agente de saúde. Precisa ser daquele local, conhecer a realidade. Os municípios precisam entender a importância deste serviço”.

Ele destacou os investimentos que estado está fazendo na descentralização do atendimento à saúde, com hospitais regionais bem estruturados e apoio do governo na manutenção da rede, além de hospitais que foram inaugurados na Capital e Interior. “Breve será inaugurado novo e moderno centro de imagens, dinamizando o atendimento e o resultado. Centro de diálise eficaz, Ariquemes breve ganhará o primeiro com serviço público do estado; trazendo para a competência do estado a realização dos exames laboratoriais, saindo da privatização do serviço; carreta do hospital do câncer de Barretos, pronta para iniciar a visita aos municípios com exames preventivos de câncer. Gradativamente o estado está ganhando a independência em vários setores da saúde, e chegando mais perto de quem precisa”.

O governador também se comprometeu a reunir prefeitos e discutir ações de atenção básica à saúde. E juntos com as regionais do estado, fiscalizar os atendimento oferecido à comunidade rural.

Educação
Na educação do campo, a pauta do movimento baseou-se na instalação no EJA nas escolas pólos; escolas próximas às comunidades; implantação de cursos técnicos profissionalizantes; programas de erradicação do analfabetismo, entre outros.

Para Confúcio, a educação no campo deve ser direcionada com incentivos para que o filho do “homem do campo” permaneça na área rural. “Aprenda a investir na agricultura, a expandir a agricultura familiar”. O governador citou o apoio que destina às Escolas Família Agrícola do estado, e que deverá ser fomentado em breve.

Transporte Escolar
Ele também citou um termo de cooperação entre estado e prefeitura para criação de novas salas de aulas nas escolas pólos, garantindo educação a todos. Falou ainda de projeto em andamento na Seduc para aquisição de 700 ônibus escolares, com o propósito de atender as prefeituras no transporte de alunos. “Hoje há uma grande dificuldade e precariedade neste serviço, estamos buscando uma forma de adquirir esses veículos e garantir o transporte com segurança”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.