quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Julgados por disputa de terra em Ariquemes

Acusados de tentar matar por disputa de terra são julgados pelo Tribunal do Júri em Ariquemes
Jonas Fegueredo, Osvaldélio Braga Costa, vulgo "Costa", Carlos da Silva Jacone, vulgo "Carlão", José Gomes, vulgo "Zé Gomes", Miro Carlos Meireles de Amaros, vulgo "Zebrinha" e Marcionilo de Almeida Figueiredo, vulgo "Catete", estão sendo julgados pelo Egrégio Tribunal do Júri, em Ariquemes (RO). Eles são acusados de tentar matar José Valcir de Melo. A sessão é presidida pelo juiz de Direito Alex Balmant. O Ministério Público está representado pelo promotor de Justiça Elias Chaquian Filho. Quatro advogados fazem a defesa dos acusados. O júri, composto por sete jurados, é formado por dois homens e cinco mulheres. Os trabalhos tiveram início às 8h30min, desta quinta-feira, 30 de janeiro de 2014. 

Segundo consta nos autos, desde o ano de 2012, o réu Osvaldélio Braga Costa e a vítima possuem divergências por conta de um imóvel rural localizado na região do município de Cujubim (RO). Em setembro de 2013, o acusado resolveu concretizar as ameaças de morte. Para isso, convidou também os denunciados Jonas Fegueredo, Carlos da Silva Jacone, José Gomes, Miro Carlos Meireles de Amaros e Marcionilo de Almeida Figueiredo. 

Por volta das 22 horas, na Linha C-110, KM 30, os réus chegaram à casa de José Valcir de Melo, que se encontrava dormindo, e atearam fogo. Surpreendido pelas chamas, ele ainda tentou fugir para não morrer carbonizado, porém, acabou sendo rendido pelos acusados e espancado. Um amigo, que também estava na residência, conseguiu escapar ileso. Após vários chutes e pontapés, os denunciados dispararam tiros na cabeça, causando-lhe lesões corporais na coluna cervical, deixando-o tetraplégico. 

Processo: 0013786-68.2013.8.22.0002 

Assessoria de Comunicação Institucional / Tudorond

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.