quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Denúncia de disparos e ameaças no sul de Rondônia

Posseiros da Associação Nossa Senhora Aparecida de Chupinguaia, RO.
Em email dirigido à Ouvidoria Agrária Nacional a Associação Nossa Senhora Aparecida, de Chupinguaia, no Cone Sul de Rondônia têm denunciado Oederson Santana por estar realizando ameças e disparos nas casas dos moradores.
Quarenta famílias de posseiros moram no local situado nas Linhas 80/85 Lotes 52/53 Setor 07 da Gleba Corumbiara, no município de Chupinguaia. Eles têm resistido diversas reintegrações de posse emitidas por causa de antigos títulos provisórios. Porém recentemente os títulos provisórios destes lotes (CATPs) foram anulados pelo Programa Terra Legal abrindo caminho para a regularização fundiária dos posseiros da Associação. 
Não é de agora que alguns fazendeiros resistem de forma violenta. Os posseiros denunciam no escrito dirigido ao Desembargador Gercino Filho que tem registrado diversos boletins de ocorrência porém até agora não tem sido feito nada para coibir a violência. Também que tem procurado os policiais do Distrito do Guaporé, e conversado com o Coronel Hilton da Polícia Militar Agrária de Vilhena, porém o mesmo justificou que somente em caso de conflito pode entrar na terra, que voltou a domínio da União.
Após o cancelamento das CATPs (Contratos de Alienação de Terras Públicas) em 26 de Setembro de 2013, o grupo aguarda para o dia 24 de janeiro a visita do Superintendente do Incra de Rondônia, Luiz Flávio Ribeiro Carvalho e o coordenador de Pimenta Bueno, Sr. Sérgio. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.