sábado, 20 de julho de 2013

Presos por desmatamento em Machadinho do Oeste


Batalhão de Polícia Ambiental apreende armas em acampamento de infratores ambientais e localiza foragido da justiça em Machadinho do Oeste, Rondônia. 16/07/2013



Do site Rondonianoar.  A apreensão foi realizada durante ação de fiscalização conjunta de policiais ambientais da sede do BPA – Batalhão de Polícia Ambiental em Candeias do Jamari e policiais ambientais lotados em Machadinho do Oeste.
Segundo informações do comandante da equipe de policiamento ambiental responsável pela apreensão, sargento PM Trindade, a ocorrência se deu durante a realização de atendimento a denúncias de desmatamento ilegal em uma fazenda na área rural de machadinho. Trindade explicou que chegando ao local das denúncias, os policiais realizaram buscas na fazenda em busca de pontos de desmatamento ilegal e infratores ambientais, e após algum tempo de caminhada, se depararam com um acampamento utilizado por homens, contratados pelo proprietário da fazenda para efetuar os desmates sem autorização dos órgãos competentes, no barraco foram encontradas quatro armas sendo: três espingardas de cano longo e um revólver, além de munições de calibres diversos, estando algumas deflagradas e outras intactas.Todos sem a documentação exigida para a posse, o que caracteriza o crime de posse irregular de arma de fogo.
Encontraram ainda, 46 metros cúbicos de lascas, roliços e toras de madeira da essência Quariquara, retiradas ilegalmente, pontos de queimadas ilegais e materiais utilizados para cometimento dos crimes ambientais como, um trator e dois motosserras.
No total, cinco infratores foram apreendidos pelos crimes de desmatamento e queima ilegal: Antônio Maria da Silva, José Alfredo Gomes, José Gomes dos Santos, Gezonias Francisco Nunes e João Batista Pessoa. Apesar de alegarem que armas eram do proprietário da fazenda, os infratores também devem responder pelo crime de posse irregular de arma de uso permitido.
Após receberem voz de prisão e serem apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Machadinho, foi descoberto que havia contra o infrator Antônio Maria da Silva, um mandado de prisão preventiva expedido pela comarca de Porto Velho, pelo crime de homicídio.
Por falta de meios para o transporte da madeira e do trator apreendidos, o infrator João Batista Pessoa (gerente da fazenda), ficou como fiel depositário dos materiais utilizados para o cometimento do crime ambiental, devendo apresentá-los a justiça quando solicitado.
Fonte: PM/RO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.