domingo, 21 de julho de 2013

Desmatamento aumentou 40% em Rondônia

Floresta queimada nas proximidades de Porto Velho. Foto cpt ro
1.838 km² foram desmatados na Amazônio no período de Agosto 2012 a Junho de 2013. Com aumento de 103% em relação ao período anterior de agosto de 2011 a junho de 2012, que o desmatamento foi de  907 quilômetro quadrados. Em Rondônia o desmatamento passou de 167 a 234 km², com aumento de 40%.

A degradação florestal acumulada na Amazônia de agosto de 2012 a junho de 2013 atingiu 1.462 quilômetros quadrados quilômetros quadrados, 115 km² deles em Rondônia, o 5% do total. A situação foi levantada por estudo do Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia), com sede em Belém (PA), divulgado em 17 de julho de 2013.

Apesar do percentual ser menor que em outros estados amazõnicos, como Pará (42%), Amazonas (32%), e Mato Grosso (18%), chama a atenção do estudo "Transparência Florestal", assinado por Heron Martins, Antônio Fonseca; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) o fato que Rondônia tem mais unidades de conservação invadidas e atingidas por desmatamento.:

Parque Estadual PES de Guajará-Mirim: 1,9 km² desmatados.. 
Florex do Bom Futuro: 1,3 km² desmatados.
Resex de Jaci Paraná: 0,9 km² desmatados.
Floresta Rio Preto-Jacundá: 0,3 km² desmatados

Entre os assentamentos de reforma agrária, em Rondônia destaca o desmatamento de 1 km² dentro do PA Santa Maria II, em Machadinho do Oeste. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.