quarta-feira, 3 de julho de 2013

Assentamentos Verdes para Amazônia são debatidos

Cassio Pereira (IPAM),
Ministro Gilberto Carvalho
e Carlos Eduardo Sturm (INCRA) foto ipam

Com ajuda de nossa articulação junto ao IPAM, representantes do PA Flor do Amazonas, da Fetagro e  o agricultor da CPT RO, Francisco das Chagas,  participaram de nosso estado os passados dias 27 e 28 em Brasília de seminário que debateu o Programa Assentamentos Verdes. 
  
Segundo o IPAM, o “Seminário para Apresentação e Contribuições ao Programa Assentamentos Verdes – PAV/PPCADI Amazônia” foi realizado pelo INCRA, com o apoio do IPAM e da Fundação Ford possibilitando às organizações que representam os movimentos sociais ligados à reforma agrária da Amazônia maior conhecimento e o aporte de contribuições para o aperfeiçoamento do programa. 

Durante a abertura do evento, o Ministro Gilberto Carvalho da Secretaria Geral da Presidência da República prestigiou o seminário, destacando a importância do debate para o controle do desmatamento e na busca de alternativas de desenvolvimento sustentável para os assentamentos de reforma agrária da Amazônia. 

O coordenador-geral de Meio Ambiente e Recursos Naturais do INCRA, Carlos Eduardo Sturm (Cadu), destacou a importância do seminário pela possibilidade de dialogar com o público alvo do programa. “Aqui estamos ouvindo as críticas e impressões de todos eles. Acredito que a participação de representante dos assentados de reforma agrária estabelece um processo de transparência e controle social do Programa”, afirmou. 

Carlos Eduardo Sturm acredita que após o seminário o debate provavelmente será ampliado. “Os assentados serão informados pelas próprias lideranças sobre o andamento do programa, fomentando o debate na base”, finalizou o coordenador-geral de Meio Ambiente e Recursos Naturais do INCRA. 

Para Maria Rosário (Juma), representante da FETAGRI/AM, uma das expectativas do debate está focada na urgência da realização do Cadastro Ambiental Rural que promoverá a regularização ambiental dos assentamentos “Esperamos que o seminário possibilite que o CAR seja realizado para ajudar todos os agricultores familiares e assentados de reforma agrária o mais rápido possível. Queremos levar uma resposta para as bases de que o debate será ampliado, de que teremos uma construção efetiva do CAR e que terá andamento”, enfatizou Juma. 

font:  ipam /cpt ro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.