segunda-feira, 20 de maio de 2013

Porto Velho: mais uma ocupação na Gleba Garça



Desde janeiro de 2013, 70 famílias estão ocupando o lote 17 do projeto fundiário Alto Madeira, linha H27, Km 12 Gleba Rio das Garças.

As famílias batizaram a ocupação como Acampamento São Cristóvão. Esta ocupação está interligada ao acampamento Uirapuru no lote 17A, na referida área, somando um total de aproximadamente 150 famílias nas duas ocupações.

A Associação dos Produtores Rurais Porto Velho Progresso, com CNPJ 13.514.040/0001-01, que abrange a região já reivindicou as devidas providência ao INCRA. Eles estão reivindicando que se crie um Assentamento do INCRA naquela área, pois segundo eles, se trata de uma área da União.

O presidente da Associação que defende junto com esses acampados a posse desta área, Natalino Alexandre dos Santos, 45 anos de idade, recebeu informação de conhecido na sexta feira, 17 de maio, de que o mesmo estava ameaçado de morte. Segundo o Presidente, o informante lhe disse que estavam dizendo na linha H27, onde fica a sede da Associação, de que Natalino não iria escapar: “Ele escapou na ocupação da linha 22, porém dessa agora ele não escapa”. Porém a vítima ainda não sabe da parte de quem está vindo essa ameaça.


 Vale ressaltar que a maioria das famílias são oriundas de impactos das hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, outras são de famílias de sem terra que vivem trabalhando de caseiros de fazenda, bem como, de famílias da periferia de Porto Velho que vivem sem emprego e sem teto pra morar.

Um comentário:

  1. Esse senhor natalino e charlatão e vive a serviços de politicos que não esta interresado no social e sim no capital para satisfazer os seus desejos e vaidades politicas

    ResponderExcluir

Agradecemos suas opiniões e informações.