terça-feira, 23 de abril de 2013

Vídeo mostra camponés que foi preso e torturado


Adimar de Souza, preso em 23 de abril de 2012, antes de ser torturado.
imagens da TV Rondônia.

Imagens atuais de Adimar de Souza, Roliço, um ano depois das torturas.
Imagens de resistência camponesa

Vídeo publicado por Resistência Camponesa mostra o agricultor "Adimar de Souza,  conhecido como Roliço, morador antigo de Jacinópolis / RO foi torturado pela polícia. Roliço foi acusado de participação no confronto armado do dia 5 de abril, onde 6 pessoas morreram, entre eles um policial e um agente penitenciário de Ouro Preto D’Oeste. 

No ano passado, dia 23 de abril de 2012, Adimar foi preso em Rolim de Moura e em seguida, transferido. Dias depois, ele deu entrada no Pronto Socorro João Paulo II, em Porto Velho, em estado de coma, com marcas de espancamentos, asfixia e outros suplícios. As supostas torturas foram denunciadas por NOTÍCIAS DA TERRA em 25 de Junho de 2012.

O delegado e dois policiais da polícia civil de Ouro Preto foram afastados preventivamente dos seus cargos acusados das torturas. De acordo com o Ministério Público, o delegado Cristiano Martins Mattos e os policiais civis Fernando dos Anjos Rodrigues e Eliomar Alves da Silva Freitas torturaram Adimar Dias de Souza, quando estava detido acusado de ter participado da chacina no município de Buritis. Adimar teve as suas funções motoras comprometidas, não se comunica nem se alimenta sozinho devido as sequelas das torturas sofridas.
Outra imagem atual de Adimnar de Souza, Roliço,
aleijado após sofrer supostas torturas da polícia. Foto resitencia camponesa
Manifestação chegou a ser realizada em Ouro Preto em 13.09.2013 até o MP organizada por familiares dos falecidos de Ouro Preto, após o delegado e dois policiais serem afastados de seus cargos. 
Vídeo gravado pela caravana que visitou Jacinópolis em março de 2013 revela a atual situação de Roliço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.