sexta-feira, 12 de abril de 2013

Polícia confirma prisões em Jaru e os acusa duma morte

Grupo de ocupantes de terra de Teobroma, segundo foto de rondoniadinamica
Confirmando parte das informações recebidas de prisões de agricultores sem terra em Teobroma, que denunciaram ter recebido maus tratos e torturas de policiais, além de queima de acampamento pelos mesmos, o site rondoniadinamica confirma que foram presos cinco agricultores de Teobroma: HITERLEY GERALDO DE OLIVEIRA, o “TERLEI”, HEBER CACIANO DE PAULA, o “WEBBER”, RENATO DOS SANTOS GONÇALVES, BENEVIDES NETO GONÇALVES DOS SANTOS e MAICON GONÇALVES JOSÉ SABINO.Segundo a citada fonte, os dois últimos já se encontravam presos, desde a última segunda-feira, por prisões temporárias expedidas pela Justiça Estadual, após representação do Delegado Salomão, tendo os mesmos sido capturados, por policiais do GOE, no Assentamento Palmares D’Oeste, zona rural de Theobroma, sendo acusados do assassinato de SAULO DOS SANTOS SILVA, na madrugada do dia 29/03/2013, próximo da Fazenda Sumaúma I, onde estavam várias pessoas acampadas, em uma ocupação. Além destas pessoas que já se encontram presas, outras também têm suas prisões preventivas decretadas, citando entre eles uma liderança do grupo que foi despejada de terra atribuída a família de Ález Testoni, prefeito de Ouro Preto de Oeste, que estaria liderado por uma pessoa identificada como “PARAGUAIO” , com diversas acusações divulgadas. Segundo o mesmo site a Polícia Militar e da Polícia Civil  apreendeu de aproximadamente 12 (doze) armas de fogo, prisão e autuação em flagrante de 3 (três) pessoas por porte ou posse ilegal de arma de fogo. Acreditamos tratar-se das mesmas que denunciaram para a CPT maus tratos e torturas na detenção



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.