quinta-feira, 21 de março de 2013

Famílias sem teto de Porto Velho são despejadas



200 famílias urbanas são despejadas hoje 20.3.13 em Porto Velho. foto rondoniagora

Um mandado judicial de reintegração de posse foi cumprindo na manhã nesta quinta-feira, 21, por policiais militares, no bairro Jardim Santana III. Os moradores haviam pedido apoio da Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria de Regularização Fundiária e Habitação, a fim de que os ajude. As famílias tiveram a promessa que a Procuradoria Geral do Município iria atuar na intenção de fazer sustar a ordem e conseguir manter os moradores nas casas. Na última terça-feira, 19, a SEMUR, iniciou o levantamento e cadastramento das pessoas que moram na área em litígio, com o objetivo de oferecer um novo assentamento. De acordo com o município são cerca de 350 famílias que estão reclamando a posse das terras. A justiça decidiu pela reintegração de posse e desocupação da área, movida pelo suposto dono da terra que alegou ser o proprietário legítimo dos terrenos.
“Geralmente, as áreas chamadas de expansão rural são passadas aos municípios e eles é que podem expedir os documentos de legalização das áreas. Antigamente, o documento era chamado de Carta de Aforamento”, chegou a dizer o procurador Mirton Moraes aos moradores. Na reunião com os moradores estavam os vereadores Márcio Sitetuperon, Bengala e Marcelo Reis, que prometeram dirigir todos os esforços possíveis para a solução dessa condição dos moradores do Jardim Santana. Mas tudo ficou em promessas. O clima de tensão aumentou quando máquinas apareceram hoje demolindo as casas e obrigando a retirada imediata dos moradores de suas residências. Houve choro e desespero de muita gente. Várias casas foram demolidas. Moradores ligaram na redação do RONDONIAGORA, reclamando da demora da Prefeitura para resolver a desocupação. “Gostaríamos de saber aonde foi parar o Prefeito, os vereadores e o governador que não nos ajudam. Eles estão expulsando a gente das nossas casas e ninguém faz nada. É uma injustiça”, desabafou uma moradora chorando.

Texto e fotos: rondoniagora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.