domingo, 16 de setembro de 2012

NA BALANÇA: A MATA OU CASCALHO?




 



A mata, na região das chácaras no bairro Paraíso das Acácias há 15 km de Candeias do Jamari, em direção a Ji Paraná, se encaminha para a extinção.
 


Por quê? Árvores são derrubadas para retirada do cascalho.
O contínuo trabalho de maquinários para limpar o local e retirar o cascalho é diário e ininterrupto.
 .
    


 Os caminhões vêm e se abastecem de cascalho para construções que proliferam na região. 

Perguntamo-nos: Não haverá região sem mata para retirada de cascalho? Até quando veremos tombarem as florestas como se fossem um empecilho?


Sob o escaldante sol sua sobra ameniza o calor para qualquer ser vivo que se abriga sob sua copa.  Suas folhas, no processo de evapotranspiração evaporam gotículas de água que formarão as nuvens para que as chuvas voltem a molhar a terra. 

Todos estão sofrendo com as mudanças climáticas, as quais são responsáveis pelos constantes desastres como enchentes que arrasam cidades, furacões que destroem grandes regiões, as secas que se arrastam por longos períodos, chuvas ácidas etc.

Daí a importância das plantas porque suas folhas liberam o oxigênio indispensável à vida enquanto absorvem o gás carbônico como seu alimento. Esse dióxido de carbono tão nocivo para a camada de ozônio e produzido diariamente pelo gado, carros, fábricas e queimadas é absorvido e transformado em oxigênio através do metabolismo das plantas.


Apesar da importância vital das florestas, elas continuam tombando e quando se questiona os responsáveis por esta ação, se é perseguido como o foram Chico Mendes, Irmã Dorathy, Maria do Espírito Santo e seu marido José Claudio Ribeiro no Pará há pouco tempo e muitos outros.

Nesta época de seca as derrubadas e queimadas no Estado chegaram a um ponto alarmante. Basta viajar pelas BRs, sítios e fazendas o cenário sombrio é o mesmo: árvores e plantações arrasadas pelo fogo.O pior disso é que o fenômeno chamado Sequestro de Chuva o qual impede e/ou dificulta as precipitações dela ocorrem quando a região está tomada pela fumaça.
 
No Brasil é necessária uma massiva e urgente conscientização promovida pela mídia, escolas, sociedade, as famílias e as igrejas sobre a questão ambiental  para que tenhamos um futuro menos ameaçador..

Entretanto está aí o código florestal, com a pressão dos ruralistas ameaçando os avanços propostos. A efetiva preservação ambiental tão sonhada não acontecerá se o interesse destes ruralistas  prevalecerem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.