segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Indígenas em Rondônia contra a portaria da AGU

Os indígenas na Br 364 em Ji Paraná RO - Foto Pastoral Indigenista Ji Paraná

Cerca de 230 indígenas de 25 etnias do Estado de Rondônia se reuniram no dia 15 de agosto em Ji Paraná para discutirem sobre uma série de medidas truculentas do Governo Federal que vergonhosamente vem ignorando os Direitos Constitucionais dos indígenas. O grupo se concentrou a quadra da Paróquia São João Bosco no centro da cidade.
Após a reunião o grupo saiu em protesto pelas ruas do centro da Cidade de Ji-Paraná, o ato culminou com o fechamento da ponte sobre o Rio Machado, BR 364. Os indígenas protestaram contra a Portaria 303 de 16 de Julho de 2012 da AGU- Advocacia geral da União que trata sobre a demarcação de suas terras e o projeto de lei que autoriza a mineração em terras indígenas.

A mobilização concentrou importantes lideranças indígenas do Estado de Rondônia.
Foto Pastoral Indigenista de Ji Paraná
“Essa portaria não está a favor do povo indígena. Nós queremos todos os direitos que a Constituição nos garante. Essa portaria vem só para tirar nossos direitos e nós não concordamos com isso. Enquanto ela permanecer, nós vamos continuar as manifestações”, afirma Heliton Gavião, coordenador regional do movimento indígena.

Mobilização indígena nas ruas de Ji paraná, no centro do estado de Rondônia. Foto: Past. Indigenista de Ji Paraná
“Tudo que nós povos indígenas queremos e viver com dignidade e respeito sobre o que restou de nossas terras tradicionais, mas depois de 512 anos o Governo do Brasil parece não estar satisfeito com toda violência que já cometeu no passado contra os povos indígenas, mas uma vez se alia, se junta aos poderosos para tirar nossos Direitos, por isto estamos gritando bem forte para toda sociedade saber que nós Povos indígenas estamos vivos e vamos continuar defendendo nossos direitos até o fim, não queremos violência, queremos respeito pela nossa cultura e o Direito de vivermos em nossa terra.” (Antenor Karitiana).

Mulheres e crianças indígenas se manifestando. Foto Past.Indigenista Ji Paraná.
A mobilização foi marcada pela grande participação das mulheres, jovens e crianças. “É muito importante que os jovens estão participando, porque se hoje estamos aqui é porque os velhos nos ensinaram a lutar, e hoje estou trazendo meus filhos para que eles aprendam que é importante lutar pelos nossos Direitos”. (Carlão Arara).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.