segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Ex senador acusado de lesões e trabalho degradante


Idoso poderia estar submetido a condições análogas ao trabalho escravo. Foto Extra Rondonia
 O ex senador de Rondônia Francisco Luiz Sartori, (PSDB, 2002-2003) conhecido como Chico Sartori
foi acusado em 27/7/12 de manter idoso em situação degradante na fazenda Santa Rosa, situada no Km. 72 da BR364, nas proximidades do Distrito de São Lourenço, nas proximidades de Vilhena (Sul de Rondônia). As acusações teriam saído do casal Ciro Ferreira dos Santos e Rosane Sérgio de Melo. Estes teriam tentado conversar com o ex senador após estar 45 dias trabalhando na fazenda sem receber pagamento.
Sartori apresentou queixa na PM de ameaças contra o casal e os acusou de estar alcoolizados. Estes por sua vez negaram ter bebido e que no momento em que Chico Sartori entrou no carro a esposa de Ciro foi tentar conversar com ele, o mesmo arrancou com o carro e passou sobre o pé esquerdo de Rosane provocando uma lesão.
O ex-senador também está sendo acusado por Ciro de maus-tratos a um idoso identificado como Antônio Pinto dos Santos, que o mesmo trabalha para Francisco há 15 anos, e no momento não recebe salário algum. Ainda segundo Ciro, o idoso mora em condições subumanas, abandonado em um barraco no meio do mato, bebendo água de uma bomba de veneno antiga, cozinhado em uma fogão de trempe rente ao chão e dormindo praticamente ao relento, conforme fotos passadas a reportagem.
O ex-senador e seus funcionários foram conduzidos para Delegacia de Polícia Civil de Vilhena.

Fonte:Extra de Rondônia


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.