terça-feira, 24 de julho de 2012

Agricultores recebem títulos de terra no sul do Amazonas

42 famílias da Gleba Mapinguari, município de Canutama-AM, receberam o título de sua propriedade pelo Programa Terra Legal do Amazonas.
Dr. Luiz Antônio, coordenador do Programa Terra Legal do estado do Amazonas, participou da solenidade que aconteceu na sexta-feira, 13 de julho, na agrovila Rio Azul, município de Canutama-AM, a 23Km de Porto Velho. Falou da importância desse pedacinho de papel que garante a permanência dos agricultores em sua terra, esta terra que devem ser tratada como parte da família. “Ninguém vende um membro de sua família, ama, protege, assim deve ser a relação com a terra. É esta terra que vai garantir o futuro de vocês, bem como, o futuro de seus filhos, netos e tataranetos. Por isso eu peço que não vendam, não estraguem, não degradam, cuidam do seu futuro,” concluiu.
Além da presença de mais de cem agricultores, estiveram presentes: A Comissão Pastoral da Terra do Amazonas e de Rondônia, alguns presidentes de associações rurais, o advogado da Associação ASPECRA (anfitriã) e jornalistas de Canutama.

Várias famílias presentes questionaram o porquê de seus nomes não estarem na lista das famílias beneficiadas com o título, para estes, Dr. Antônio afirmou que ainda este ano receberão o título. Esta foi a primeira remessa dos títulos e que ainda neste ano, ele quer fazer a entrega a todos os agricultores da Gleba Mapinguari que já fizeram o georeferenciamento da área.

Existem famílias que vivem em seu sítio há mais de vinte anos e ainda não tem o título da terra, a exemplo de dona Edith Lopes, que mora na linha 07 há 25 anos e não foi contemplada com  o título.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.