quinta-feira, 14 de junho de 2012

Funcionários da ESBR e policiais militares intimidam acampados.

O fato ocorreu na quarta-feira, 13 de junho, num acampamento recém-formado numa área que tudo indica ser da União, recentemente comprada pela empresa ESBR (Energia Sustentável do Brasil) do empresário Luiz da Dippar, localizado nas proximidades de Mutum Paraná.

Pelo menos 20 famílias ocupam essa área e segundo relato das mesma, naquela manhã haviam recebido visita da Polícia Civil, numa atitude amigável,conversando com  os acampados e brincando com eles.
Lá pelas duas horas da tarde apareceram no acampamento uma viatura da Polícia Militar e uma caminhonete  da empresa ESBR  com funcionários portando motosserra e exigindo que os mesmos se retirassem da área.
barraco destruido pelos funcionaríos da ESBR
famílais à beira da estrada

Os acampados pediram para ver o mandado com a  Ordem de Despejo, os mesmos não deram respostas e começaram a derrubar alguns barracos. Pararam somente quando alguém dos acampados começou a tirar fotografias e a filmar a violência. Segundo a pessoa que estava fotografando, o policial a ameaçou e  proibiu que  tirasse fotos, sobretudo dele e da viatura.

Quando a CPT passou novamente pelo local, encontrou as famílias à beira da estrada, com crianças e mulheres apavoradas e chorando de medo. Todos se dirigiram para a delegacia de Mutum Paraná para fazerem ocorrência do incidente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.