sexta-feira, 15 de junho de 2012

Deputado Federal faz diligência em Vilhena para esclarecer prisão de presidente de sindicato

Depois de denunciar no final de maio, no plenário da Câmara, possível violação de direitos humanos na região Sul de Rondônia, o deputado federal Padre Ton (PT-RO) está em Vilhena hoje (14) para diligência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM), da qual é segundo vice-presidente.

O deputado visitou pela manhã o delegado da Polícia Civil Fábio Campos, para saber sobre o inquérito que levou à prisão do sindicalista Udo Whalbrink, detido desde o inicio de março sob a acusação de incitar e comandar grupo que teria invadido a fazenda Dois Pinguins, em Chupinguaia.

Padre Ton suspeita que o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Chupinguaia e Vilhena esteja sendo vítima de um conluio entre autoridades e fazendeiros locais para “intimidar e enfraquecer o movimento de luta pela terra”.

“Queremos averiguar e esclarecer as condições e as razões da prisão e da manutenção do encarceramento de Udo”, explicou. O deputado também visitou Udo na penitenciária de Vilhena, e mais tarde tem agenda com a juíza da Segunda Vara Criminal Liliane Pegoraro.

2 comentários:

  1. qual foi o desfecho desse caso me informe,vilhena hoje,blog

    ResponderExcluir
  2. Odair acho que pode perguntar para a assessoria dele. Sabemos que sexta e sábado técnicos da secretaria de direitos humanos da presidência estiveram em Vilhena, tomando declaraçõ de vários agricultores/as que tem recebido ameaças de morte.

    ResponderExcluir

Agradecemos suas opiniões e informações.