segunda-feira, 2 de abril de 2012

Rondônia cria Comité Estadual da Campanha contra os Agrotóxicos


O SEMINÁRIO aconteceu no dia 31 de março de 2012 no Centro de Formação Diocesano, bairro Dom Bosco na cidade de Ji-Paraná, com a participação de aproximadamente 80 pessoas oriundas de 23 municípios do estado, além de diversos movimentos e entidades que compõem a Via Campesina. Este SEMINÁRIO é fruto da Campanha Permanente contra o uso do Agrotóxico, lançado em nível Nacional pela Via Campesina, em abril de 2011. Tendo como pauta: Apresentação da Campanha, lançamento do filme “O veneno está na mesa” (de Silvio Tendler), debate sobre a disponibilidade das organizações, construção da estrutura organizativa e agenda de atividades. No final do mesmo escolheu o Comité Estadual da Campanha Permanente contra os Agrotóxicos.
A Campanha Permanente contra o uso do agrotóxico e pela vida, trás um alerta para a sociedade brasileira para o uso exagerado de veneno. Desde 2008 o Brasil assumiu o posto de maior mercado de agrotóxicos do mundo. Em 2009, nada menos do 1 milhão de toneladas de veneno foram jogados no campo brasileiro, o que representa cerca de 5,2 quilos de agrotóxicos por pessoa no país. O Brasil permite a utilização de uma série de substâncias e agrotóxicos que foram banidos de diversos países, justamente porque estudos já foram comprovados que seu uso causa terríveis danos ao ser humano e ao meio ambiente. Entre os problemas que afetam a saúde estão à má formação de fetos, problemas de reprodução, fertilidade, neurológicos e de fígado; desregulação hormonal, cegueira, paralisia, depressão, contribuição para a formação de cânceres.

Dentre esses agrotóxicos banidos de outros países estão a Endosulfan (banido de 45 países), Cihexatina (proibido na União Europeia, Austrália, Canadá, Estados Unidos, China, Japão, Líbia, Paquistão e Tailândia), e Metamidofós (proibido na União Europeia, China, Índia e Indonésia), todos altamente tóxicos.

Após reflexão em grupos e debates em plenária foi formado o Comitê Estadual da Campanha Permanente contra os agrotóxicos e pela vida. Com representatividade dos diversos municípios presentes no Seminário.

Ainda foi distribuído material da campanha como, cartazes e folder e o ABAIXO ASSINADO que será enviado a presidenta Dilma Roussef, exigindo providências para o banimento imediato no país de toda importação, produção e comercialização de agrotóxicos e substâncias já proibidas no exterior. Afinal o povo brasileiro está sujeito a sofrer as mesmas consequências da contaminação por estes agrotóxicos que os seres humanos de qualquer lugar do mundo.
PELO BANIMENTO DOS BANIDOS! ASSINE VOCÊ TAMBÉM ESTE ABAIXO ASSINADO.

Um comentário:

  1. Ótima iniciativa, esta campanha permanente pela a vida e contra os agrotoxicos e importante para abrir caminhos para a construção de um outro modelo de agricultura com base na agroecologia, respeitando a vida em suas diversas dimensoes..Claudio Sandos

    ResponderExcluir

Agradecemos suas opiniões e informações.