domingo, 15 de abril de 2012

Após assemblea indígenas de Rondônia se manifestam em Porto Velho



Indígenas manifestandose esta serxta feira 13/4/12 em Porto Velho Ro
foto: imagemnews


Após assemblea realizada durante esta semana, um centenar de lideranças indígenas de Rondônia, pertencentes aus trinta povos diferentes, se manifestaram enfrente ao palácio do governo do Estado. Entre os temas debatidos, o atendimento a saúde e eduação nas terras indígenas de Rondônia.
Em ato de protesto contra a PEC 215 (Proposta de Emenda Constitucional), que transfere ao Congresso a responsabilidade de demarcar terras indígenas, quilombolas e áreas de conservação ambiental, em tramitação na Câmara, na Praça Getúlio Vargas, em frente ao Palácio do Governo do Estado, em Porto Velho. Também a revolta geral contra os deputados ruralistas e evangêlicos, partidários de tirar do executivo a criação e delimitação de terras indígenas no Brasi. Entre as atitudes tomadas, indígenas evangêlicos teriam declarado que vão " Pedir explicaçãoes a nossos pastores". Manifestando sua oposicaçõ a proposta da nova lei, diversas flechas foram atiradas as fotografias de diversos parlamentares de Rondônia.
Outro tema debatido são os contratos abusivos de sequestro de carbono (REED) que algumas empresas tem endosado a diversos indígenas de Rondônia, em terras da região de Guajará Mirim do povo oro wari.

foto: imagemnews

Um comentário:

  1. Parabéns aos indígenas de Rondônia! É preciso que o movimento indígena seja cada vez mais combativo frente ao projeto imperialista imposto por meio do governo lacaio do PT. Essas grandes obras do PAC e a mudança da legislação como essa PEC 215 são ações que trarão graves prejuizos aos povos indígenas. O problema dos indígenas é o problema da terra, que permanece desde a colonização. A opressão continua e se não houver resistência logo, logo, até as terras demarcadas serão tomadas. Essa luta não deve ser apenas dos povos indígenas mas de toda a sociedade.

    ResponderExcluir

Agradecemos suas opiniões e informações.