quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Presos pistoleiros em Jaci Paraná e Vilhena

A Polícia de Rondônia prendeu suspeitos de diversas mortes acontecidas em Jacy-Paraná. Investigações apontam para os quatro presos formar parte de um grupo de extermínio voltado á extorsão de traficantes, execusão de pessoas envolvidas em roubos e rixas com grupos rivais.  O principal acusado trata-se de policial militar do distrito de Jaci-Parana Claudiomar Oliveira de Assis.  Também foi preso Givanildo Bezerra da Silva. Já o dia 28/12/2011 foram presos Darli de Lima da Silva,  “Bocão",  e Tiago da Silva Nascimento. Acusados da morte com requintes de crueldade de seis membros de uma família de Jaru, entre eles uma mulher grávida e uma criança de cinco anos. Em 2008 o PM de Assis já tinha sido acusado da morte de três agricultores em União Bandeirantes, também distrito de Porto Velho. Por outro lado, alguns pistoleiros que estariam agindo contra pequenos agricultores na região de Vilhena, também foram presos na região no passado dia 10 de janeiro.
Os presos de Jaci Paraná poderiam responder também por diversos atos de pistolagem na região contra pequenos agricultores. " O policial De Assis já tinha sido preso em 2008 acusado de triple homicídio em Bandeirantes De Assis (nome de guerra do policial) recebia, segundo investigações da Polícia Civil na época, R$ 6 mil por quinzena, das mãos do latifundiário Adaildo Araújo da Silva, para dar a segurança na família. Na verdade, o empresário chefiava um grupo de extermínio composto por militares e peões de fazenda. As investigações da Polícia Civil apontaram ainda que tanto dinheiro para financiar capangas era com o objetivo de evitar grilagem de terras na propriedade do empresário, cujo plano de manejo florestal estava avaliado em aproximadamente R$ 2 mil. Outros dois PM´s foram presos com De Assis em 2008. O Inquérito já foi relatado ao Ministério Público. No inquérito 095/2008 que trata do triplo homicídio ocorrido dia 20 de novembro de 2008 no quilômetro 15 da linha 08, no distrito de União Bandeirantes. As vítimas dos assassinatos são os agricultores sem terra Adalto da Silva Filho (Baca), Edmilson Gomes de Oliveira e Evandro Dutra Pinto". (Fonte: Rondoniavip)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.