sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Trabalhadores paralisam as obras da usina de Santo Antônio - 28/10/2011

Canteiro de obra Santo Antônio
Funcionários que trabalham na construção da usina hidrelétrica de Santo Antônio, no rio Madeira (RO), paralisaram as obras na madrugada de hoje (28).  Além de reajuste, os manifestantes reclamam o pagamento de horas extras. Jornais da região afirmam que os trabalhadores em protesto teriam incendiado um ônibus e começado a depredar o refeitório.  A Polícia Militar foi acionada e enviou viaturas ao local, mas durante a madrugada foi impedida de entrar na usina. O consórcio Santo Antônio enviou uma nota à imprensa em que confirmou que "um grupo de trabalhadores iniciou um tumulto no canteiro de obras da UHE Santo Antônio" e que no momento todas as atividades foram suspensas.

Segundo a nota, a Santo Antônio Energia está em contato com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Construção Civil do Estado de Rondônia (Sticcero) "que informou não ter recebido nenhuma reclamação oficial por parte dos trabalhadores"
Usinas do Madeira
Em Porto Velho, próximo onde estão construindo as usinas já foram encontrados problemas trabalhistas, diminuição de acesso aos serviços básicos e o agravamento de problemas sociais, como o abuso sexual e estupros, segundo informações de um Relatório Preliminar que realizou um levantamento das violações dos direitos humanos nas usinas.
Os problemas trabalhistas nas usinas não são novos, o Ministério Público do trabalho já havia ajuizado uma ação contra a obra da hidrelétrica de Santo Antônio alegando "situação de extrema gravidade" e "acentuada grau de negligência".
No mês de abril uma manifestação semelhante aconteceu na usina hidrelétrica de Jirau, que também está sendo construída no rio Madeira.  Na ocasião, vários alojamentos e ônibus foram queimados e os funcionários fecharam a BR-364.
Local: São Paulo - SP
Fonte:
Amazonia.org.br
Link:
http://www.amazonia.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.