segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Presos dois pistoleiros e armas, suspeitos de homicídios em Buritis e Campo Novo

foto de rondoniavivo das armas apreendidas em Cacoal
Na vigília da visita do presidente nacional do INCRA a Rondônia, alguns meios de comunicação de Rondônia tem publicado hoje a notícia da apreensão de diversas armas e pistoleiros em Cacoal, suspeitos de ter realizado homicídios nos conflitos de Buritis e Campo Novo, uma das regiões com mais violência agrária e mortes por esclarecer. A CPT Rondônia rtem realizado relatório citando mais de 90 conlfitos agrários no estado.






Cacoal; Apreensão de armas que podem ter sido usadas em crimes de pistolagem em Buritis e Campo Novo.

Ontem (13.10), em uma operação conjunta entre Polícias Civil e Militar, a qual serviu para comprovar a integração das instituições policiais no município de Cacoal, foi apreendido, durante cumprimento de mandados de busca e apreensão, na zona rural de Cacoal, uma grande quantidade de armas de fogo, munições e cartuchos.
Os mandados de busca e apreensão foram oriundos de inquérito policial que apura crime de homicídio ocorrido na zona rural de Cacoal, mas conforme as investigações os suspeitos pela prática criminosa em Cacoal também podem estar envolvidos em crimes de pistolagem nas regiões de Buritis e Campo Novo (RO), o que poderá auxiliar na apuração de inquéritos policiais de homicídios praticados naquelas localidades.
A operação foi deflagrada na manhã de ontem e foi presidida pelo delegado da Delegacia de Cacoal, Ícaro Alex, e contou com o apoio de policiais civis desta delegacia e de policiais militares de Cacoal.
Em três endereços diferentes foram localizados sete armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 20, dois rifles calibre 22, dois revólveres calibre 38, uma carabina calibre 38 e uma espingarda de dois canos, calibre 32. Além das armas, foram localizados, ainda, quinhentos e quatorze munições e cartuchos, dentre os quais cinqüenta e quatro de calibre 20, oitenta e cinco de calibre 22, quatro de calibre 28, trezentos e trinta e quatro de calibre 38, um de calibre 32, trinta e cinco de calibre 36 e um de fuzil FN 65, além de vários potes com chumbos, pólvoras e utensílios utilizados no carregamento de cartuchos.
A operação resultou na prisão em flagrante delito de G.N, V.J.S e L.H, sendo que os dois primeiros foram presos em flagrante por posse de arma de fogo de uso permitido (art. 12, Lei n. 10.826/2003) e liberados após o pagamento de fiança. Quanto ao último, este fora autuado em flagrante por posse de arma de fogo com sinal de identificação raspado (art.16, § único, IV, Lei n. 10.826/2003), o qual foi recolhido ao Presídio local, já que a pena cominada ao delito ultrapassa o limite legal para a fixação de fiança pela autoridade policial.
Algumas das armas encontradas serão submetidas a exame pericial de confrontação balística, a fim de se comprovar o envolvimento dos suspeitos na prática de crimes de homicídios em Cacoal, Buritis e Campo Novo (RO).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.