quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Rio Urupá, em Rondônia, pode desaparecer.

O Rio Urupá, na ponte da estrada do município de Urupá
O rio Urupá, um dos principais afluentes do machado, poderá desaparecer em 15 anos.  É o que afirma Reinaldo Pereira, secretário de meio ambiente de Ji-Paraná, a maior cidade de Rondônia depois de Porto Velho. O alerta está recolhido em reportagem do Diario da Amazônia do dia 10/08/11, apenas uma semana depois de termos publicado neste blog uma pàgina com fotografias dos igarapés moribundos das cabeceiras do Urupá. Cada ano o rio vem secando e assorreando mais, por culpa da destruição das Áreas de Proteção Permanente: As matas ciliares das margens do rio e igarapés,  provocando o desmoronamento das margens.  


Para Tatiane Aguiar, gestora ambiental, e a médica veterinária Nayara Aguiar, além do lixo que acaba indo para os rios, a pecuária é a principal causa da situação. Enquanto que o pescador José Vila Coelho, com 61 anos, dá testemunho da degradação do rio, no qual trabalha faz 40 anos. Hoje já não consegue mais sobreviver da pesca como fazia antigamente. Secando o rio, a maior preocupação é que o Rio Urupá abastece as águas da cidade de Ji Paraná, e mais de 58.000 pessoas,  a metade da população, podem ser prejudicados. Veja na pàgina deste blog imagens da destruição das matas ciliares deas cabeceiras do Rio, em Alvorada d`Oeste e no município de Urupá.

3 comentários:

  1. eu moro em urupa 15 anos e do jeito que esta iindo ce nao cuidar o quanto e tempo o rio vai cecar

    ResponderExcluir
  2. o prefeito celio tem que abrir o ohlo em quanto e tempoa ce ele fica dormindo na casa dele o rio vai ceca e a populacao do mundo vai ficar cem agua

    ResponderExcluir

Agradecemos suas opiniões e informações.