sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Fotografias de pistoleiros em Porto Velho, Rondônia

Capanga armado na Linha 45 do Rio das Graças


Pelo menos três homens armados na fotografia.



Qunado percebem que podem ser fotografados escondem as armas.


A atuação de pistoleiros armados contra acampamentos de pequenos agricultores e posseiros em Rondônia fica demostrada gráficamente pelas fotografias apresentadas por moradores da Linha 22 e 45 da Gleba do Rio das Garças, nas proximidades de Porto Velho. Neste lugar Luiz Carlos de Oliveira tem entrado na justiça com pedido de reintegração de posse contra a Associação Porto Velho Progresso, com 170 famílias situadas nas proximidades da antiga Fazenda Beron.
O presidente da Associação Porto Velho Progresso, Natalino Alexandre dos Santos, tem sido ameaçado repetidas vezes. Primeiramente por um homem com duas armas na cintura, e posteriormente jagunços que ficam enfrente da casa dele dando tiros para todo lado. 
Já outros membros da associação também tem recebido numerosas ameaças.  Um deles recebe contínuas ligações por telefone, o intimando a deixar a chácara "se estima a sua vida" e tiver amor por sua família". Ele é casado e pai de três crianças.
Entre os envolvidos nas ameaças estão citados Jorge Otavio Morães Gomes, policial, assim como Erivando Santo Vandro, Eraldo Bentes Bittencourt e Erivando Santo Vandro. Alguns deles aparecem nas fotos publicadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.