terça-feira, 19 de julho de 2011

Jornalista denuncia chefões da impunidade em Rondônia

O jornalista de Rondônia Xico Nery, denuncia em matéria no Destaquerondônia alguns dos nomes dos todopoderosos chefões do latifúndio de Rondônia (donos de tres quartas partes das terras agrícolas do estado) que "Impunes, tomam café, almoçam e jantam tranquilamente diante das cabeças, orelhas e as pontas dos dedos dos mártires expostos em bandejas nas fincas [fazendas e ranchos]..."
Algumas pérolas da matéria de Xico Nery:

" Os assassinatos de camponeses, religiosos e de políticos comprometidos com a verdade - e com a Constituição - não é nenhuma novidade no País.(...) Os casos nunca são apurados, devidamente."

" ... pequenos proprietários rurais [sitiantes, chacareiros etc] choram seus mortos pagando missas de sétimo dia quase todas as semanas ante a inércia da Polícia, da Justiça e dos ocupantes do Executivo [Municipal, Estadual e Federal]".

" Na Rondônia de Hoje, de Ontem e de Amanhã, Amir Lando, Morimoto, Atanásio, Ivo Cassol, João Aparecido Cahulla , Mario Português e os madeireiros Pedro Paulo, o PP [Vista Alegre do Abunã], Avalone Sossai Farias [Wood Shopping da Madeira em Ariquemes], “Galo Velho” e outros, terão sempre cadeira cativa."
" A crise fundiária do Estado não se trata apenas da não regularização fundiária. Falta mesmo é o cumprimento da legislação. É o caso do Departamento Fundiário do INCRA [vide Procuradoria Jurídica] que insiste em perder os prazos [ações e recursos reintegratórios a favor da União] auditados por juízes cíveis e criminais."

Veja a matéria completa: Destaquerondônia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.