terça-feira, 11 de agosto de 2009

Grito da Terra fecha BR 364 em Candeias do Jamari



Cerca de 3.000 trabalhadores rurais vindos de todos os municípios do estado fecharam na manhã de hoje 11/08 a BR 364 que da acesso a capital, na altura de Candeias do Jamari. O motivo do protesto foi o não cumprimento de uma agenda previamente marcada pelos líderes da FETAGRO (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Rondônia) com diversas autoridades em vários órgãos do governo estadual e federal.

Segundo o presidente da FETAGRO, Lázaro Dobri (Lazin), cerca de 60 dias atrás foram protocolados os ofícios marcando as reuniões, e todas foram confirmadas. As caravanas foram organizadas em todos os municípios e os trabalhadores chegaram por volta das 4h da manhã, depois de viajarem durante toda a noite. Ao saberem que não seriam atendidos optaram por fechar a rodovia até que as autoridades cumpram o que haviam previamente combinado. “É uma total falta de respeito com os estes produtores rurais, que deixaram suas propriedades e seus afazeres para estas reuniões, e quando chegam aqui batem com a cara na porta, não estamos de brincadeira, cumprimos a nossa parte e exigimos que eles cumpram com a deles” desabafou Lazin..



Os órgãos que não estão querendo cumprir com a agenda são: Presidente Nacional do INCRA, que acertou pessoalmente com Lazin em Brasíla a presença, representante da Secretaria do Meio Ambiente, Governador Ivo Cassol (PP) e o Ministério Federal, as únicas agendas confirmadas até o momento é com a Caixa Econômica, Banco do Brasil e Superintendência Estadual do INCRA
A manifestação é pacífica, mais de 50 ônibus estão estacionados as margens da rodovia. Provando que vieram preparados os manifestantes já montaram toda uma estrutura com fogões industriais para fazerem a alimentação, são distribuídas garrafas com água e serão montadas tendas para que possam se abrigar do sol ou chuva. Somente ambulâncias e pessoas doentes em veículos pequenos são liberadas. A Polícia Rodoviária Federal acompanha toda a manifestação e da instruções aos condutores que saem da capital a retornarem, pois ao que tudo indica a paralisação vai continuar ao longo do dia.

O 11º Grito da Terra em Rondônia foi programado para acontecer durante os dias 11, 12 e 13, com uma extensa pauta de reivindicações.




Tópicos principais da pauta:
Mudança do Código Florestal;
Regularização Fundiária;
ATES e ATER;
Estradas nos projetos de assentamentos;
Problemática da IDARON;
Operacionalização do crédito;
DFDA;
Luz Para Todos;
Renegociação do pagamento dos títulos das propriedades;
Complementação das moradias nos projetos de assentamentos;
Habitação rural;
Problema da Junta de recursos do INSS;
Saúde;
Perícia Médica;
Licenciamento Ambiental;
Crédito Fundiário;
Passe livre para idosos;
Multas (IBAMA);
Merenda escolar (estado e municípios);
SUASA.

Fonte: destaquerondonia.com.BR
Fotografias: zezinho cpt ro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.