domingo, 16 de agosto de 2009

Batalha do Abunã




● Na batalha do Abunã, que durou quase quatro dias, as lideranças políticas da região rondoniense que faz divisa com o Acre e que brigam pela emancipação, fizeram seu ato mais incisivo, com apoio das comunidades indígenas e de pequenos agricultores. Fecharam a BR-364, ato que repercutiu no País. A Ponta do Abunã pertence ao município de Porto Velho.

● Signatários do movimento separatista agora vão trabalhar em duas frentes para conseguir um plebiscito: uma em Porto Velho e outra em Brasília. Em contato com o movimento emancipacionista, o diretor geral do TRE Hedson Matsusuke Tatibana explicou que para fazer o plebiscito, o TRE local precisa de um parecer favorável do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em caso de parecer favorável será feita a consulta plebiscitária a população para dizer se aceita ou não a criação do município de Extrema.

● Para agilizar o processo de emancipação os técnicos do TRE sugeriram aos manifestantes que procurassem senadores e deputados federais do estado em Brasília, para que façam contato direto com o ministro Fernando Gonçalves, que é relator do processo de emancipação. O recurso do TSE já tem parecer da Procuradoria Geral Eleitoral.
http://agenciaamazonia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.