terça-feira, 9 de junho de 2009

Escreva à Lula contra a MP458

Cresce a indignaçao pela forma como a MP458 foi aprovada pelo Congresso brasileiro com a maioria da bancada ruralista: Os defensores do latifundio e do agronegocio.
Um deles, Luciano Pizzato (DEM-PR) dizia que as motoserras ajudam a equilibrar o universo: "Ao derrubar uma árvore, estamos na verdade dando o direito de outra nascer". Ou o deputado federal Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) "Árvore é um ser vivo, nasce, cresce e morre. Se nós nao derrubamos mais nenhuma, as árvores importantes vao morrer, apodrecer, criar cupim".
A MP 458 de regularizaçao Fundiária foi aprovada no Senado com a oposiçao da bancada do PT, liderada por Marina Silva, que agora está pedindo o veto do presidente Lula para evitar que os grileiros e latifundiarios que devastaram a Amazonia agora fiquem como seus donos legítimos, premiando o roubo e a destruiçao ambiental. Enquanto total 80% das terras desflorestadas pertencem somente aos latifundiários e especuladores, nao aos pequenos agricultores.
De acordo com Marina Silva, considerando-se apenas o valor da terra nua, os 67 milhões de hectares que serão privatizados equivalem a R$ 70 bilhões. Mini e pequenos produtores, com até 400 hectares, são 81,1 % do total de posseiros, que ficarão com 7,8 milhões de hectares e receberão patrimônio público no valor de R$ 8 bilhões.
Ainda de acordo com a ex-ministra do Meio Ambiente, médios produtores, com áreas de 400 a 1,5 mil hectares, são 12% do total, que ficarão com 8 milhões de hectares e receberão um patrimônio público no valor de R$ 8 bilhões. Os grandes produtores, com áreas acima de 1,5 mil hectares, são 6,9% do total e ficarão com 49 milhões de hectares, sendo premiados com um patrimônio público avaliado em R$ 54 bilhões.
Se você também está indignado, escreva gentilmente para o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva pedindo vetar aquelos pontos da lei que Marina Silva identificou como mais prejudiciais, favorecendo a devastaçao e a grilagem. Envia um email para: gabinete@planalto.gov.br
Escreva "Caro Presidente. peço seu veto à MP 458." E assine.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.